brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Metrópoles: Onda de calor: veja 7 dicas de como se proteger das altas temperaturas

Especialistas compartilham dicas importantes para se proteger das altas temperaturas características das ondas de calor

O Brasil está vivendo ondas periódicas de calor que impactam a saúde. Diante de temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar, o funcionamento do corpo muda: a espessura do sangue aumenta, a pressão sobe e os batimentos cardíacos aceleram. Também pode ocorrer uma desidratação imperceptível, especialmente em idosos e crianças.

Os sintomas frequentes de que o corpo não está tolerando a temperatura ambiente são desmaio, mal-estar, náuseas, tontura e dor de cabeça. Em casos extremos, pode ocorrer hipertermia, quando o corpo sobreaquece e pode até morrer.

“As ondas de calor são eventos extremos cada vez mais frequentes e severos. Se a gente considerar como cada sintoma afeta os indivíduos de forma variável, é preciso que os governos, empresas e famílias criem estratégias para reduzir os impactos delas sobre a saúde”, diz Paula Campoy, presidente da Aliança para a Saúde Populacional.

Dicas para lidar com o calor

O clínico geral Thiago Piccirillo, da rede de Hospitais São Camilo, de São Paulo, dá sete dicas para cuidar da saúde durante as ondas de calor:

Beba água: é essencial uma hidratação adequada, porque no calor o corpo perde mais líquido. Em média, é necessária a ingestão de oito a dez copos de água por dia. Durante períodos de calor intenso ou após exercícios físicos, essa quantidade aumenta significativamente. A cada 15 ou 20 minutos durante a atividade física, é recomendado beber cerca de 150-250 ml de água.

Busque ambientes frescos: tente sempre estar em ambientes que estejam com a ventilação adequada. Abrir a janela, deixar a brisa passar é uma alternativa para dissipar o calor. Ar condicionado e ventilador também devem ser utilizados.

Não se exponha ao sol: evite a exposição ao sol por períodos longos, principalmente em horas como o meio-dia. Se for tomar sol, aplique protetor solar para evitar complicações na pele. Também use boné ou chapéu para evitar queimaduras do sol na cabeça.

Prefira roupas claras: opte por roupas mais leves e claras para enfrentar o calor. Nada de roupas escuras, pois o calor fica retido nelas.

Sem exageros físicos: Reduzir atividades físicas que demandam muito esforço em dias muito quentes é essencial porque pode levar à pressão baixa, mal-estar, tontura e até desmaio. Se for fazer exercícios intensos, busque realizá-los em horários alternativos em que as temperaturas estão mais baixas, como à noite ou bem cedo pela manhã.

Escolha alimentos leves: com relação à alimentação, opte por refeições mais leves e refrescantes. Caso vá comer alguma refeição mais consistente, como a feijoada, se alimente moderadamente para não correr o risco de passar mal.

 

Fonte: Metrópoles

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
Jornal Alô Brasília: Pesquisa inédita revela os benefícios de medicamento específico para câncer de próstata na população brasileira

Um estudo da Oncoclínicas&Co, liderado pelo oncologista Paulo Lages, mostrou a eficácia do uso de uma droga já conhecida, o Acetato de Leuprorrelina, para pacientes brasileiros com câncer de próstata. Os resultados desta pesquisa foram apresentados no maior congresso de oncologia do mundo, o Encontro Anual da Sociedade Americana de

leia mais »