brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Jornal de Brasília: Carnaval: conheça as doenças que podem ser transmitidas através do beijo

A dentista, Maria Letícia Bucchianeri, explica que o vírus Epstein-Barr, causador da doença, é altamente contagioso

Carnaval é sinônimo de festa, alegria e, para a maioria, de beijar muito. Mas atenção: a folia também pode ser época de proliferação de várias doenças bucais. Entre elas, a mononucleose infecciosa, mais conhecida como “doença do beijo”. A dentista, Maria Letícia Bucchianeri, explica que o vírus Epstein-Barr, causador da doença, é altamente contagioso.

“O vírus se transmite por meio da saliva, presente em beijos, mas também em objetos compartilhados como copos, talheres e até mesmo cigarros. A mononucleose apresenta sintomas como febre, dor de garganta, inchaço dos gânglios no pescoço ou axilas”, afirma.

A dentista lista outras doenças transmitidas pelo beijo:

  • – Herpes labial: Provocado pelo vírus herpes simplex tipo 1 (HSV-1), a doença se manifesta por pequenas bolhas nos lábios ou ao redor da boca. A transmissão ocorre pelo contato direto com as lesões, podendo ser durante o beijo. Essas feridas podem vir acompanhadas de febre, mal estar e infartamento de gânglios do pescoço, virilha ou axilas.
  • – Hepatite B: Transmitida pelo contato com sangue e outros fluidos corporais, a hepatite B pode ser transmitida pelo beijo em casos de sangramento na boca ou gengivas.
  • – Candidíase: Conhecida como “sapinho” é outra infecção passível de ser transmitida pela saliva. Causada pelo fungo CandidaAlbicans, causa lesões avermelhadas ou esbranquiçadas nas mucosas bucais, inclusive na língua. As feridas geralmente são dolorosas e duram cerca de uma semana.

Ainda de acordo com a especialista, as infecções respiratórias, como gripes e resfriados também representam uma importante parcela das doenças transmitidas pelo contato com a saliva contaminada.

Para aproveitar o carnaval com segurança, a dentista da Faculdade Aria, chama atenção para algumas medidas importantes e ressalta que a principal delas é evitar beijar pessoas desconhecidas. “Esta é a maneira mais eficaz de prevenir a doença do beijo. Se for beijar alguém, certifique-se de que ele não esteja doente”, finaliza.

Outras dicas:

  • – Mantenha boa higiene bucal.
  • – Vacine-se contra hepatite B.
  • – Cubra a boca e o nariz ao tossir ou espirrar. Isso ajuda a prevenir a propagação de germes.
  • – Lave as mãos com frequência com água e sabão. Isso também ajuda a prevenir a propagação de germes.
  • – Evite compartilhar objetos pessoais, como copos, talheres e canudos.

 

Fonte: Jornal de Brasília

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
Jornal Alô Brasília: Pesquisa inédita revela os benefícios de medicamento específico para câncer de próstata na população brasileira

Um estudo da Oncoclínicas&Co, liderado pelo oncologista Paulo Lages, mostrou a eficácia do uso de uma droga já conhecida, o Acetato de Leuprorrelina, para pacientes brasileiros com câncer de próstata. Os resultados desta pesquisa foram apresentados no maior congresso de oncologia do mundo, o Encontro Anual da Sociedade Americana de

leia mais »