brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Metrópoles: Médico avalia medidas da Barbie caso a boneca fosse real e alerta pais: “45 cm de cintura”

Ter o corpo da Barbie original é — quase — impossível, diz Bruno Babetto. Por isso, jovens devem se inspirar em outros atributos da boneca

Carol Yepes/Getty Images
na foto, barbie sem roupa e com marcas de cirurgia plástica

O lançamento de Barbie, live-action da boneca estrelado pela atriz Margot Robbie, causou um verdadeiro reboliço nas redes sociais. Criada em 1959, a doll é símbolo de beleza e fonte de inspiração para crianças e jovens de todo o mundo até os dias atuais. Alvo de desejo de milhares de pequenas, e motivo de críticas para muitos, o padrão de beleza da Barbie original, aquela de cabelos loiros, olhos azuis e magreza extrema, impõe uma realidade — quase — impossível para as mulheres.

Um ilustrador norte-americano estima que, se fosse real, a boneca teria 45 cm de cintura, 91 cm de busto e 83 cm de quadril. Além disso, 1,72 m de altura e 50 kg. O médico Bruno Babetto, especializado em endocrinologia e metabologia e diretor da Clínica Tivolly, explica que esse é um padrão difícil de ser conquistado até mesmo por modelos internacionais. “Em média, a população feminina tem 84 cm de cintura, 96 cm de busto e 100 cm de quadril”, revela o médico.

Instagram/ReproduçãoNa foto, uma Barbie vestida com maiô preto e branco - Metrópoles
Barbie original, lançada em 1959

De acordo com o especialista, se todas essas medidas fossem levadas ao pé da letra, seria de fato impossível ser uma “Barbie da vida real”. “O pé da boneca é muito pequeno, e seus tornozelos muito finos. Ela não conseguiria ficar em pé. Outro aspecto desproporcional que observamos é que as pernas da Barbie são 50% maiores do que os braços. Nas mulheres reais, essa proporção é menor: apenas 20%”, esclarece.

Tal padrão irreal de beleza pode gerar insatisfação e problemas de autoaceitação em fãs do brinquedo, conforme alerta Babetto. “A boneca é linda, fez e faz parte da infância de milhões de crianças, mas precisamos ensinar aos pequenos como ter uma vida saudável. O nosso padrão de beleza tem de estar baseado em bons hábitos. Se alimentar bem, beber muita água e praticar exercícios são os segredos para deixar pele, cabelo e corpo saudáveis”, orienta o especialista.

“Essa é a mensagem que os pais precisam passar para os seus filhos, até mesmo quando estiverem brincando com a boneca: bons hábitos e disciplina são aliados da saúde e da beleza”, frisa o profissional.

Por isso, crianças e jovens devem se inspirar em outros atributos da boneca, como autossuficiência e valentia — isso quando falamos da versão original. Afinal, atualmente, para o bem da diversidade, a Mattel fabrica Barbies em diversos tons de pele, formas e tamanhos.

Divulgaçãona foto, boneca barbie negra e com vitiligo
As novas bonecas são uma verdadeira ode à diversidade
ReproduçãoBarbie com síndrome de Down
Barbie com Síndrome de Down
Divulgação
Barbie com alopecia, condição caracterizada pela perda de cabeloFonte: Metrópoles

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
The Epoch Times: Sindicato da Abin avalia gestão Lula como “governo do desmonte” e anuncia “operação padrão” de servidores

Os servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) comunicaram o início de uma “operação padrão”, a partir de segunda-feira (22). O anúncio é do sindicato União dos Profissionais de Inteligência de Estado (Intelis), que ainda chama o mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “governo do desmonte”, por meio de nota. Operação

leia mais »