brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Jornal de Brasília: Leucemia: tecnologias fazem parte do arsenal de novas alternativas no combate a diferentes tipos de câncer que afetam o sangue

Para este ano, no Brasil, a estimativa é 11.540 novos casos, sendo o 10º tipo de tumor mais frequente entre a população brasileira

Fevereiro Laranja é uma campanha que alerta sobre a leucemia, um tipo de câncer que afeta os glóbulos brancos do sangue. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), para este ano, no Brasil, a estimativa é 11.540 novos casos, sendo o 10º tipo de tumor mais frequente entre a população brasileira. Ainda de acordo com o Instituto, Brasília deve registrar mais de 170 casos da doença em 2024.

A hematologista Flavia Piazera, afirma que além de conscientizar sobre os sinais de alerta e diagnóstico do tumor, a campanha é também uma oportunidade de comemorar os avanços nas frentes de tratamento, com inovações relevantes que abrem caminho para tratamentos mais eficazes contra a doença.

“O Brasil avançou muito na implementação de modernas terapias. O aumento do conhecimento na área da oncogenética, os estudos dos mecanismos de resistências das células tumorais e o desenvolvimento de terapias alvo associados a novas tecnologias de terapia celulares, como por exemplo, o CART-cell nos permite escolhas terapêuticas cada vez mais personalizadas para os pacientes com leucemias. Nos últimos cinco anos, os novos medicamentos aprovados pela agência reguladora dos Estados Unidos (Food and Drug Administration – FDA) e pela Anvisa também têm revolucionado a maneira como a doença é tratada”, explica.

Ainda de acordo com a médica, as novas abordagens envolvem a descoberta dos novos medicamentos associados à evolução dos tratamentos previamente estabelecidos, melhorias no controle de infecção e uma diminuição dos efeitos colaterais. “É importante destacar que pacientes portadores de leucemia aguda, por exemplo, na etária idosa ou com comorbidades foram muito beneficiados com a incorporação das novas moléculas alvo”, afirma Flavia.

Principais tipos de leucemias:

  • Leucemia Linfoide Aguda: Mais comumente observado em crianças e apresenta rápido desenvolvimento
  • Leucemia Mielóide Aguda: É o tipo mais comum de leucemia em adultos e tem desenvolvimento muito rápido. Raramente ocorre em crianças.  Na leucemia mieloide aguda a medula óssea produz muitas células sanguíneas anormais que se acumulam pelo corpo.

Sinais que podem indicar a doença

  • Alguns sintomas da doença são: anemia, que leva o paciente a sentir fadiga e cansaço, redução na imunidade e sangramentos na gengiva ou no nariz. Maso médico alerta que esses sinais e sintomas não são específicos das leucemias e, por isso, um especialista deve ser consultado para ajudar no esclarecimento da causa das alterações.

Tratamento

Segundo Flavia Piazera, o tratamento envolve modernas alternativas que têm mudado a vida dos pacientes. “O tratamento recomendado irá depender da idade do paciente e também dos fatores de risco, envolvendo questões citogenéticas e moleculares. A remissão da neoplasia pode chegar entre 50% a 85% dependendo do tipo de leucemia”, explica.

A especialista pontua ainda que a hematologia brasileira avançou em passos largos nos últimos anos. “Esse progresso impacta diretamente na vida dos pacientes, melhorando o diagnóstico, tratamento e prognóstico de diversas condições hematológicas. Cada vez mais os pacientes estão sendo beneficiados com a união entre a sociedade civil e as sociedades médicas especializadas que lutam pela inclusão de novas terapias. Porém, ainda há muito trabalho pela frente diante das realidades regionais e níveis de assistências públicos e privados”, finaliza a hematologista.

Fonte: Jornal de Brasília

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
The Epoch Times: Sindicato da Abin avalia gestão Lula como “governo do desmonte” e anuncia “operação padrão” de servidores

Os servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) comunicaram o início de uma “operação padrão”, a partir de segunda-feira (22). O anúncio é do sindicato União dos Profissionais de Inteligência de Estado (Intelis), que ainda chama o mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “governo do desmonte”, por meio de nota. Operação

leia mais »