brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Jornal de Brasília:
Grupo de investidores faz aporte em programa de aceleração que nasceu no DF

As oscilações do mercado em tempos de pandemia não têm intimidado o aparecimento de propostas inovadoras de negócios. Com o surgimento de novos desafios, a expertise de quem já vivenciou os ciclos de uma startup pode salvar essas propostas da obsolescência e promovê-las a cases de sucesso. Foi com esse propósito que a Cotidiano desenvolveu o programa de aceleração de startups que no dia 09 de março dá início à sua décima edição.

O CAMP10 proporcionará uma intensa imersão em conteúdos essenciais ao sucesso de startups. Em 2021, a rede de suporte que será oferecida às empresas participantes ficou ainda mais robusta com a chegada da Tração Online. As empresas atuam juntas de maneira informal desde os primeiros programas de aceleração da Cotidiano e de forma inédita formalizaram a parceria para a correalização do CAMP10. A união que garantirá aceleração e tração às iniciativas certamente já atrai bons olhares. Na sexta-feira que antecedeu o início do programa, a Cotidiano e a Tração Online anunciaram nas redes sociais a parceria com o grupo de investidores-anjo Investidores.VC. “Fico muito feliz de ver mais gente se unindo em torno desse propósito de ajudar os empreendedores a construir startups incríveis”, comemora André Fróes, CEO da Cotidiano.

O Investidores.VC conta com mais de 130 membros que investem de forma coletiva em boas oportunidades. Liderada por Amure Pinho, investidor-anjo em 30 startups, a iniciativa oferece conteúdos teóricos e práticos através de uma metodologia própria. Ela conta com especialistas em Venture Capital, além de advising nos âmbitos legal e contábil, e prepara os novos anjos para o antes, o durante e o depois de um investimento.

Os empreendedores inscritos participarão de rodadas de formação em Validação de Propostas de Valor, Modelos de Negócios, Marketing, Captação de Investimentos e Estruturação. No processo de seleção das empresas avalia-se a saúde financeira da iniciativa, a capacidade em estabelecer barreiras de entrada, o tamanho do mercado em que atua e o seu potencial de crescimento. Também norteiam a escolha, a capacidade demonstrada pelos times de aprender em curto espaço de tempo e de aplicar do conteúdo adquirido.

Serão doze semanas intensas focadas na busca de um modelo de negócios escalável e repetível. As startups selecionadas têm acesso ainda a um ecossistema que permite troca de conhecimento e experiências.  Todas as empresas serão acompanhadas de perto para validação de hipótese e sprint, com metodologia ágil e feedback em cada etapa do desenvolvimento.

Cada empresa acelerada pode receber investimentos de até R$1.000.000,00, valor dez vezes maior que nas edições anteriores. O CAMP10 continua aberto a investidores que tenham interesse em conhecer os projetos selecionados na décima edição do programa de aceleração.
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
The Epoch Times: Sindicato da Abin avalia gestão Lula como “governo do desmonte” e anuncia “operação padrão” de servidores

Os servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) comunicaram o início de uma “operação padrão”, a partir de segunda-feira (22). O anúncio é do sindicato União dos Profissionais de Inteligência de Estado (Intelis), que ainda chama o mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “governo do desmonte”, por meio de nota. Operação

leia mais »