brasília: 61 3327-9889   |  são paulo: 11 2619-0618

adm.midiaeconexao@gmail.com

Alô Brasília: Trabalhador rural e os problemas na lombar e coluna

Um estudo da Universidade de Washington, publicado na revista The Lancet Rheumatology, aponta que, em 30 anos, 800 milhões de pessoas sofrerão com dores nas costas. Os autores apontam o tabagismo, a má postura no trabalho e a obesidade como principais fatores de risco para essa doença, que é uma causa importante de capacidade laboral. No entanto, algumas profissões tendem a ter mais pessoas nessas condições, como é o caso dos trabalhadores rurais, que carregam peso, agacham e levantam constantemente e manejam ferramentas pesadas no trato da terra.

No Brasil, um estudo da Universidade de Chapecó avaliou um grupo de 184 trabalhadores rurais e identificou que 98,3% deles relataram algum sintoma de lombalgia, sendo que a dor estava presente em 100% das mulheres. O ortopedista Breno Frota explica que o problema é mais presente entre os pequenos produtores, que ainda dependem muito do esforço físico na produção. “Eles acabam abaixando, empurrando ou carregando muito peso, muitas vezes de forma errada e ou inadequada. O ideal é ter algumas pequenas pausas durante a jornada de trabalho para fazer alongamentos e descansar”, recomenda.

Para o ortopedista, o indicadoé que o trabalhador faça pausas a cada 1h30 e tente fazer exercícios para fortalecer a musculatura. “É importante manter uma atividade física de fortalecimento como, por exemplo, musculação, caminhada, algo que movimente o corpode forma adequadapara fortalecer a musculatura como um todo, não só da coluna”, orienta Frota, e ainda que, quando a musculatura toda está mais forte, o impacto direto sobre a coluna diminui e a lombar também é preservada. “A musculatura que está ao redor ajuda a absorver um pouco desse impacto diário e automaticamente preservar mais as articulações não só da coluna, mas do corpo como um todo”, destaca.

Além das atividades físicas de fortalecimento, o ortopedista recomenda que o trabalhador rural faça um checkup médico anual, com exames de sangue e de imagem para avaliar como está a coluna e lombar. O especialista diz ainda que é importante manter uma alimentação saudável, especialmente com alimentos ricos em cálcio, mas a dica de ouro para os trabalhadores é usar uma cinta lombar. “Como o trabalhador ruralpode acabar ficando com uma postura ruim, é importante usar aquelas cintas lombares, principalmente os aqueles que ficam muito tempo agachado ouempurrando peso. Essas cintas ajudam a estabilizar melhor a lombar e protegê-la”, finaliza o doutor Breno Frota.

SINTOMAS DA DOR LOMBAR

  • Incômodo recorrente na parte baixa das costas
  • Formigamentos
  • Limitação de movimentos
  • Sensação de travamento na coluna

Fonte: Alô Brasília

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
post
The Epoch Times: Sindicato da Abin avalia gestão Lula como “governo do desmonte” e anuncia “operação padrão” de servidores

Os servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) comunicaram o início de uma “operação padrão”, a partir de segunda-feira (22). O anúncio é do sindicato União dos Profissionais de Inteligência de Estado (Intelis), que ainda chama o mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “governo do desmonte”, por meio de nota. Operação

leia mais »